Histórico

O Aeroporto Presidente João Suassuna (IATA: CPV, ICAO: SBKG), localiza-se na cidade de Campina Grande, no estado da Paraíba.

Distante 07 (sete) quilômetros do centro da cidade, seu acesso se dá através da Avenida Assis Chateaubriand. Está situado no Distrito Industrial de Campina Grande, em uma área a 500 metros de altitude.

Atende a Região Metropolitana de Campina Grande e outros municípios polarizados pelo compartimento da Borborema, totalizando uma população de mais de 1 milhão de habitantes. Opera diariamente voos regionais e nacionais. É também utilizado eventualmente por aeronaves da Força Aérea Brasileira em treinamento.

Em uma área de 2.500 m², o atual terminal de passageiros dispõe de dois pavimentos com saguão, salas de embarque e desembarque, sala vip, seis balcões de check-in, lanchonete, lojas, locadora de veículos, serviço de proteção de bagagens, serviço de táxi e estacionamento para 180 veículos.

O Aeroporto Presidente João Suassuna, tem se consolidado como importante pólo no desenvolvimento econômico de Campina Grande, que recebeu o título de "Tech City", destaque no desenvolvimento de tecnologia no mundo. Além de ser uma das principais portas de entrada para turistas que visitam a cidade no mês de Junho para "O Maior São João do Mundo", como é conhecida a festa de São João de Campina Grande. O crescimento expressivo na movimentação de passageiros é destaque.

Na comparação entre os anos de 2008 e 2010, o aeroporto dobrou o número de passageiros. Em 2009 esse aumento representou 25% em relação a 2008. Já em 2010 esses números passaram a ser mais significativos, pois atingiu cerca de 40% a mais em relação a 2009, o que representou um recorde no aeroporto.

 História

O Aeroporto Presidente João Suassuna, tem suas raízes históricas antes mesmo da sua criação. Na década de 1940, era o único campo de pouso da região, e já recebia voos comerciais da LAP - Linhas Aéreas Paulistas e do Lóide Aéreo Nacional. Dois acidentes aconteceram com aeronaves dessas companhias. O primeiro no dia 07 de Outubro de 1948, quando um Douglas DC-3, prefixo PP-LPB, da LAP - Linhas Aéreas Paulistas, caiu sobre um residência na Rua Irineu Joffily no centro de Campina Grande. O acidente não teve vítimas fatais. O segundo, ocorreu no dia 05 de Setembro de 1958, a aeronave Curtiss C-46 Commando, prefixo PP-LDX do Lóide Aéreo Nacional caiu durante a aproximação para pouso na cidade. Dois tripulantes e onze passageiros morreram.

No dia 02 de Agosto de 1960, o Aeroporto Presidente João Suassuna foi criado pela Lei Nº 3.795, e inaugurado em 1963. Foi homologado para o tráfego aéreo público em 24 de Abril 1964 pela Portaria nº 88 do antigo DAC – Departamento de Aviação Civil, visando a cobertura de toda região agreste e central da Paraiba. A denominação do aeroporto é uma homenagem ao ex-governador do Estado da Paraíba, João Suassuna. Nessa época, o governador de Estado era chamado de Presidente, daí a denominação Aeroporto Presidente João Suassuna.

A primeira aeronave a jato a utilizar o João Suassuna foi um Boeing 737-200 Super Advanced da Varig, em 1975. O fato marcou o início da aviação a jato na Paraíba.

Em 04 de Novembro de 1980, o Aeroporto Presidente João Suassuna, passou a fazer parte da rede de aeroportos administrados pela Infraero, que realizou diversos investimentos no aeroporto. Em 1984 o terminal de passageiros passou por reforma, aumentando sua capacidade de atendimento para 80.000 passageiros por ano.

Em 1995 foi realizada a reconstrução e reforço complementar da pista e pátio, incluindo modernização do sistema de balizamento noturno e construção da via de acesso a Seção Contra-Incêndio. Em 1998 novas melhorias foram implantandos no terminal de passageiros. Nesse período, a Nordeste Linhas Aéreas entrou em operação no aeroporto, fazendo a ligação com outros destinos no Nordeste. Em 2002 passou a operar com a marca Varig, e lançou novos destinos. A empresa suspendeu o voo em 2005.

A ATA Brasil inaugurou em 2002 rotas para cidades do interior de Pernambuco e da Bahia. Mas em 2003, a empresa passou a operar somente com carga aérea, e cancelou o voo.

No dia 30 de Outubro 2003, o João Suassuna foi reinaugurado. O aeroporto foi ampliado e totalmente reformado, adotando uma padronagem moderna, de acordo com os aeroportos administrados pela Infraero, como por exemplo, o novo modelo de sinalização, que segue um padrão universal, sendo o João Suassuna o primeiro aeroporto do Brasil a adotá-lo. O terminal de passageiros, passou a ter capacidade para 250 mil passageiros por ano. Foram instalados painéis que retratam bem o gosto pela arte do povo campinense. O painel principal é de autoria do escritor Ariano Suassuna, e possui um texto poético em homenagem ao seu pai (João Suassuna).

Junto a reinauguração, a OceanAir (atual Avianca Brasil) inaugurou voos para alguns destinos no Nordeste. Os voos foram cancelados ainda no mesmo ano. Em 2005 a empresa retomou as operações, desta vez com um único voo diário para Recife, mas cancelou novamente a rota.

Em 2004, foi a vez da BRA iniciar voos para diversos destinos no Brasil. Em Novembro de 2007 a companhia suspendeu todas suas operações, acarretando o fim dos seus voos no João Suassuna.

Em 2006, a Gol entrou para o mercado campinense com um voo diário, ligando Campina Grande a São Paulo-Guarulhos, com escala em Recife. No ano seguinte, o voo sofreu alteração, e passou a ter como destino o Rio de Janeiro-Galeão.

A Flex Linhas Aéreas começou a operar em 2008 por meio do contrato assinado com a VRG Linhas Aéreas (Nova Varig). Pelo acordo comercial e operacional, a Flex cedia sua aeronave e tripulação, e garantia manutenção e seguros para operar linhas da Gol/Varig. No ano seguinte o contrato encerrou, e a rota voltou a ser operada pela aeronave da Gol.
Em 2009 foi implantado o segundo voo da Gol, fazendo a rota (Brasília - Campina Grande - Recife - Brasília).

O aeroporto recebeu em 2010 investimentos da Infraero que melhoraram a qualidade dos serviços oferecidos, como a instalação de novos balcões de check-in e instalação de um novo sistema de monitoramento de câmeras, aumentando ainda mais a segurança do aeroporto.

Em 2011 será inaugurado o Posto de Abastecimento de Aeronaves (PAA). Será instalado ainda um VOR, equipamento eletrônico de navegação aérea que auxilia pilotos em procedimentos de pousos e decolagens, oferecendo mais segurança as operações no aeroporto. Está confirmado também o terceiro voo da Gol e a chegada da NOAR.
Companhias Aéreas
  • Gol

Estatísticas

Movimento de passageiros
AnoPassageirosCarga AéreaAeronaves
200240.919641.039 t3.870
200326.901573.386 t2.950
200440.939608.672 t2.810
200544.147547.341 t2.642
200669.628490.357 t3.057
200766.690608.567 t2.821
200866.293572.066 t2.823
200982.240632.491 t3.246
2010114.258646.116 t3.891
2011---------

Fonte: Infraero

Serviços

Órgãos Públicos

  • Polícia Federal
  • Polícia Militar

Facilidades

  • Agência de Turismo (Delta Brasil Turismo)
  • Banca de Jornais e Revistas / Loja de Conveniência
  • Lanchonete (Casa do Pão de Queijo)
  • Locadora de Veículos (Localiza)
  • Sala Vip (Golden Tour)
  • Serviço de Proteção de Bagagens
  • Serviço de Táxi

Complexo Aeroportuário

Sítio Aeroportuário
  • Área: 78.12 hectares
Pista
  • Dimensões: 1.600 x 42 m
Pátio das Aeronaves
  • Área: 11.200 m²
Estacionamento de Aeronaves
  • Nº de Posições: 10 posições
Terminal de Passageiros
  • Capacidade/Ano: 250.000 Passageiros
  • Área: 2.500 m²
  • Balcões de Check-in: 06 Balcões de Check-in
Estacionamento de Veículos
  • Capacidade: 180 vagas

Endereço

Av. Uberaba s/nº
Distrito Industrial
Campina Grande - PB
CEP: 58418-410
PABX: (83) 3331-1149
FAX: (83) 3331-3896
Distância do Centro: 07 km